quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Vitória sob a batuta de Caio Henrique

Gustavo Vargas


O Brasil estreou com o pé direito no Sul-Americano Sub-20, no Equador. Com um gol de Felipe Vizeu, os comandados de Rogério Micale venceram os donos da casa por 1 a 0, superando as adversidades do péssimo gramado do Estádio Olímpico de Riobamba. Numa atuação mais efetiva do que inspirada da equipe brasileira, um jogador chamou a atenção: o meio-campista Caio Henrique.

Contratado pelo Atlético de Madrid no ano passado, Caio esbanja grife e maturidade. Parece um veterano jogando – não à toa, ganhou a braçadeira de capitão. Diante dos equatorianos, num contexto complicado dentro e fora de campo, foi o maestro do meio-campo, com inteligência de sobra para iniciar as ações do time. Fosse num campo melhor, poderia ter feito ainda mais.

Além de Caio Henrique, outros jogadores tiveram boas atuações. Lyanco mostrou por que é o melhor zagueiro da geração, enquanto Richarlison foi decisivo ao cavar a expulsão de Vargas, no início do segundo tempo, e dar a assistência para o gol de Vizeu – o artilheiro desperdiçou outras duas boas oportunidades, mas tem crédito. Destaque, ainda, para o goleiro Caíque.

Em função das condições do gramado de Riobamba, soa incoerente cobrarmos espetáculo nesta primeira fase. É verdade que alguns atletas podem render mais, casos de Dodô, Lucas Paquetá e David Neres, por exemplo. Mas, convém lembrar, estamos num início de competição, e o desempenho recente das equipes de Micale mostra que a evolução vem jogo a jogo. Torçamos!

Batatais elimina o Botafogo

Numa disputa de pênaltis simplesmente épica, em que brilhou a estrela do goleiro Gerson, o Batatais surpreendeu mais uma vez e superou o Botafogo, garantindo um lugar nas semifinais da Copa São Paulo – o adversário será o Paulista, que venceu a Chapecoense na segunda-feira. Nesta quinta, duas partidas definem os outros dois semifinalistas: Juventus x Bragantino e Corinthians x Flamengo.

Geração 2002

Estão definidas as semifinais da Copa Brasil de Futebol Infantil, disputada em Votorantim-SP. Os confrontos serão realizados na sexta-feira, 20, no Estádio Domenico Paolo Metedieri. Confira os resultados das quartas de final e os horários das partidas finais:

QUARTAS DE FINAL
Cruzeiro 1 (4) x (1) 1 Botafogo
Corinthians 0 (3) x (4) 0 São Paulo
Flamengo 2 x 1 Goiás
Palmeiras 1 x 0 Bahia

SEMIFINAIS
Sexta-feira (20/01)
18h30min – Cruzeiro x Palmeiras
20h – São Paulo x Flamengo

FINAL
Domingo (22/01)
9h30min – A definir

FOTO: Lucas Figueiredo/CBF

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

De olho no Sul-Americano Sub-20

Gustavo Vargas


Almejando retomar a hegemonia continental da categoria, a seleção brasileira inicia, nesta quarta-feira (18), sua participação no Sul-Americano Sub-20, no Equador. Em busca de uma das quatro vagas para o Mundial, que neste ano será disputado na Coreia do Sul, a equipe comandada pelo técnico Rogério Micale fará sua estreia diante dos donos da casa, a partir das 22h15min.

Confira os convocados e a tabela de jogos do Brasil na primeira fase, além de destaques a serem observados nas outras seleções:

ELENCO BRASILEIRO

1. Lucas Perri (97) – goleiro (São Paulo)
2. Dodô (98) – lateral direito (Coritiba)
3. Lucas Cunha (97) – zagueiro (Braga)
4. Lyanco (97) – zagueiro (São Paulo)
5. Allan (97) – volante (Hertha Berlim)
6. Guilherme Arana (97) – lateral esquerdo (Corinthians)
7. Caio Henrique (97) – meia (Atlético de Madrid)
8. Douglas Luiz (98) – volante (Vasco da Gama)
9. Felipe Vizeu (97) – atacante (Flamengo)
10. Lucas Paquetá (97) – meia (Flamengo)
11. David Neres (97) – atacante (São Paulo) 
12. Cleiton (97) – goleiro (Atlético Mineiro)
13. Robson Bambu (97) – zagueiro (Santos)
14. Gabriel (97) – zagueiro (Avaí)
15. Léo Santos (98) – zagueiro (Corinthians)
16. Rogério (98) – lateral esquerdo (Juventus)
17. Maycon (97) – volante (Corinthians)
18. Richarlison (97) – atacante (Fluminense)
19. Léo Jabá (98) – atacante (Corinthians)
20. Matheus Sávio (97) – meia-atacante (Flamengo)
21. Giovanny (97) – meia-atacante (Atlético Paranaense)
22. Artur (98) – atacante (Palmeiras)
23. Caíque (97) – goleiro (Vitória)

JOGOS DO BRASIL  NA PRIMEIRA FASE

Quarta-feira (18/01) – Brasil x Equador
Sexta-feira (20/01) – Brasil x Chile
Domingo (22/01) – Brasil x Paraguai
Terça-feira (24/01) – Brasil x Colômbia

FIQUE DE OLHO

Francisco Sierralta (97) – zagueiro (Chile)
Jeisson Vargas (97) – atacante (Chile)

Kevin Balanta (97) – volante (Colômbia)
Juan Camilo Hernández (99) – meia (Colômbia)

Pervis Estupiñán (98) – lateral-esquerdo (Equador)
Bryan Cabezas (97) – meia-atacante (Equador)

Blás Riveros (98) – lateral-esquerdo (Paraguai)
Josué Colmán (98) – atacante (Paraguai)

Santiago Ascacibar (97) – volante (Argentina)
Ezequiel Barco (99) – meia (Argentina)

Henry Vaca (98) – meia (Bolívia)
Bruno Miranda (98) – atacante (Bolívia)

José Cotrina (97) – meia (Peru)
Adrián Ugarriza (97) – atacante (Peru)

Rodrigo Bentancur (97) – meia (Uruguai)
Nicolás Schiappacasse (99) – atacante (Uruguai)

Yangel Herrera (98) – volante (Venezuela)
Yeferson Soteldo (97) – meia (Venezuela)

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Os segredos do Batatais

Gustavo Vargas


A 48ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior está em sua reta final. Das 120 equipes que iniciaram a competição, há duas semanas, apenas sete seguem na disputa pelo título. Entre elas, favoritas do quilate de Corinthians, Flamengo (atual campeão) e Botafogo. E, também, algumas surpresas. Como o Batatais Futebol Clube, time que eliminou Sport e Ponte Preta e, sob comando do técnico Paulo Fábio Lippi Júnior, quer continuar fazendo história. 

O principal segredo do Batatais talvez esteja na união do grupo de atletas. Palavras de seu próprio comandante. “Desde o início, um dos segredos foi a união. Os meninos aceitaram o que foi passado, ou seja, a ideia de que a Copa São Paulo poderia ser uma oportunidade para eles se destacarem. Todos entenderam, o elenco está fechado e determinado”, afirma Paulo Lippi, sem citar destaques individuais.

Um atleta, no entanto, vem chamando a atenção desde a primeira fase. Com cinco gols em seis partidas, o canhotinho Douglas Pote é o protagonista da equipe. O bom momento significa uma volta por cima na carreira do atacante, que, por motivos de indisciplina, chegou a ser afastado do grupo no último Paulista Sub-20, campeonato no qual o clube realizou campanha modesta. Destacam-se, ainda, o goleiro Gerson, o volante Everton Casimiro e o camisa 11 Thales.

No Batatais há oito meses, após passagens por clubes como Taquaritinga e Olé Brasil, Lippi admite que a atmosfera criada no Estádio J. D. Martins, em Cravinhos, colaborou para a façanha. “A cidade nos abraçou desde o primeiro jogo. Houve uma identificação entre os torcedores de Cravinhos e os nossos jogadores”, destaca – lá, foram quatro vitórias (duas delas sobre o Sport) e dois empates seguidos de triunfos nos pênaltis.

Diante do Botafogo-RJ, pelas quartas de final, o Batatais não contará com o "fator local": o jogo desta quarta-feira será no José Liberatti, em Osasco, um campo com dimensões maiores em relação ao J. D. Martins. Nada, porém, que assuste Paulo Lippi e seus comandados. “Os meninos estão tranquilos, com os pés no chão. Vamos em busca da classificação”, garante o técnico, lembrando que a preparação para a Copinha foi realizada num campo com dimensões semelhantes ao de Osasco.

Não há dúvidas de que o Botafogo, atual campeão carioca e brasileiro sub-20, é o franco favorito para o confronto. No entanto, convém lembrar, Sport e Ponte Preta também tinham o favoritismo ao seu favor e, mesmo assim, provaram do veneno da sensação da Copa São Paulo. Duvidar do unido e empolgado Batatais, certamente, não é recomendável.

Campanha da equipe

Batatais 3 x 2 Sport-PE
Batatais 2 x 0 Comercial-SP
Batatais 3 x 1 Rio Claro-SP
Batatais 3 (5) x (4) 3 Ferroviária-SP
Batatais 2 x 1 Sport-PE
Batatais 1 (4) x (2) 1 Ponte Preta-SP

Time-base

Gerson, Wislem Júnior, José Neto, Léo Alves e Igor Tostes; Everton Casimiro, Maurício e Murilo; Douglas Pote, João Vitor (Victor) e Thales. Técnico: Paulo Lippi

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Copinha: jogos das quartas de final

A Federação Paulista de Futebol confirmou, em seu site oficial, os jogos, horários e sedes das quartas de final da Copa São Paulo, que iniciam nesta terça-feira (17). Os quatro vencedores garantem vaga nas semifinais. Confira:

Terça-feira (17/01)
21h – Paulista-SP x Chapecoense-SC (Jundiaí)

Quarta-feira (18/01)
19h30min – Botafogo-RJ x Batatais-SP (Osasco)

Quinta-feira (19/01)
16h – Juventus-SP x Bragantino-SP (São Paulo)
19h30min – Corinthians-SP x Flamengo-RJ (Barueri)

Resultados das oitavas de final

Mirassol-SP 1 x 2 Botafogo-RJ
Ponte Preta-SP 1 (2) x (4) 1 Batatais-SP

São Carlos-SP 1 x 2 Paulista-SP
Chapecoense-SC 1 x 0 Ituano-SP

Corinthians-SP 3 x 1 Internacional-RS
Cruzeiro-MG 1 x 2 Flamengo-RJ

Avaí-SC 0 x 1 Juventus-SP
Juventude-RS 0 x 1 Bragantino-SP

sábado, 14 de janeiro de 2017

Cinco perguntas para Raul, goleiro do Juventude

Gustavo Vargas


Um nome em especial chamou a atenção nos dois últimos jogos do Juventude na Copa São Paulo. Protagonista nas disputas de pênaltis contra Santo André e Água Santa, o goleiro Raul não apenas colaborou com defesas, mas também bateu e converteu suas duas cobranças. Peça-chave do time gaúcho para o confronto contra o Bragantino, válido pelas oitavas de final, ele conversou com o Olheiros. Confira:

Olheiros – Você pegou, bateu e converteu pênaltis contra Santo André e Água Santa. Qual foi a sensação?
Raul – Tive momentos felizes nas duas partidas, e estou preparado para a próxima. Contra o Santo André já teve muita emoção, e contra o Água Santa, então, foi uma disputa muito nervosa, na casa deles, com 12 cobranças para cada lado. Defender o último pênalti, depois de tantas cobranças, trouxe uma sensação de alívio. Graças a Deus consegui ajudar a minha equipe.

Olheiros – Cobrar o último dos primeiros cinco pênaltis é uma responsabilidade e tanto, ainda mais para um goleiro. Você pediu para bater? 
Raul – Na verdade foi uma decisão da comissão técnica. Eu estava tranquilo, bati e fui feliz. Se tiver outra oportunidade, aliás, bato de novo. Treinei para isso. 

Olheiros – Como o Juventude está projetando o confronto frente ao Bragantino?
Raul – O time deles é bom, competitivo, ganhou todas as partidas na primeira fase. Será um jogo difícil, como todos até o momento, agora valendo vaga entre os oito melhores. Neste domingo, vamos treinar aqui em Santo André. Estamos concentrados e preparados. 

Olheiros – Passada a Copinha, quais são suas expectativas para a sequência do ano?
Raul – Meu foco é o Juventude, estou no clube desde 2012. Depois da Copa São Paulo, minha expectativa é voltar para o time profissional e brigar pela titularidade no Gauchão, que inicia no próximo dia 29. Será uma disputa sadia com o Douglas e o Prezzi, que são dois ótimos goleiros. 

Olheiros – E a seleção brasileira sub-20?
Raul – Fui convocado para um período de treinos no ano passado, foi uma experiência única, uma realidade totalmente diferente. Convivi e trabalhei com ótimos profissionais, como o (técnico) Rogério Micale e o (preparador de goleiros) Rogério Maia. Tive uma oportunidade e vou buscá-la novamente, sigo trabalhando para isso.

FICHA TÉCNICA
Nome: Raul Jonas Steffens
Posição: Goleiro
Data de nascimento: 28/07/1997
Naturalidade: Tapera-RS
Clubes: Ernestina FC e Juventude
Destaque: Pegou e converteu pênaltis contra Santo André e Água Santa

Resultados das oitavas de final

Mirassol-SP 1 x 2 Botafogo-RJ
Ponte Preta-SP 1 (2) x (4) 1 Batatais-SP
São Carlos-SP 1 x 2 Paulista-SP
Chapecoense-SC 1 x 0 Ituano-SP

Foto: Arquivo pessoal

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Copinha: jogos das oitavas de final

A Federação Paulista de Futebol confirmou oficialmente, na noite desta sexta-feira, os jogos, horários e sedes das oitavas de final da Copa São Paulo. Os oito vencedores classificam para as quartas de final. Confira:

Sábado (14/01)
11h – Chapecoense-SC x Ituano-SP (Itu)
16h – Ponte Preta-SP x Batatais-SP (Cravinhos)
18h30min – São Carlos-SP x Paulista-SP (Jundiaí)
20h45min – Mirassol-SP x Botafogo-RJ (Novo Horizonte)

Domingo (15/01)
10h – Avaí-SC x Juventus-SP (São Paulo)
19h45min – Cruzeiro-MG x Flamengo-RJ (Osasco)

Segunda-feira (16/01)
16h – Juventude-RS x Bragantino-SP (Diadema)
20h – Corinthians-SP x Internacional-RS (Barueri)

Festa do Interior

Gustavo Vargas


Mirassol, Botafogo-RJ, Ponte Preta, Batatais, São Carlos, Paulista, Chapecoense e Ituano. São essas as oito equipes já garantidas nas oitavas de final da Copinha. Sim, na ausência dos já eliminados Palmeiras e São Paulo, seis dos classificados até o momento são do interior paulista. Cada um com suas particularidades. Todos igualmente dispostos a continuar surpreendendo.

A grande sensação, claro, é o Batatais. Pouco badalado, o time da cidade homônima não tomou conhecimento do Sport, adversário que também vencera na fase de grupos, e cravou seu lugar entre os 16 melhores da competição. Destaque para o canhotinho Douglas Pote, autor de quatro gols e principal arma ofensiva entre os comandados do técnico Paulo Fábio Lippi, que agora terão pela frente a Ponte Preta, do artilheiro Yuri (nove gols).

Outro confronto entre clubes do interior de São Paulo será entre São Carlos e Paulista. Os são-carlenses eliminaram o Vasco da Gama, e buscam repetir a histórica campanha de 2008, quando alcançaram as quartas de final. Já a equipe de Jundiaí chama a atenção após vencer todas as suas cinco partidas por 1 a 0 – nenhum gol sofrido! –, além de contar com pelo menos três destaques em seu primeiro ano de júnior, entre eles o volante Paulinho e o atacante Criciúma.

Por fim, o competitivo Mirassol, responsável por eliminar os favoritos Grêmio e Náutico, tem no jovem goleiro Matheus Aurélio e no volante Queven dois de seus trunfos. Sob comando de Ivan Baitello, o Leãozinho não terá vida fácil diante do também favorito Botafogo, e o mesmo vale para o Ituano, que encara a guerreira Chapecoense. Autor de dois dos três gols da vitória sobre o Primavera, o meia-atacante Bassani é o destaque do time de Itu.

Dá-lhe, dá-lhe, Chape

Após eliminar o São Paulo, a Chapecoense despachou o Capivariano e somou outra façanha na Copinha. Os catarinenses estão disputando o torneio sem quatro atletas considerados titulares, promovidos ao elenco profissional – os zagueiros Hiago e Guarapuava, o lateral esquerdo Gabriel Busanello e o atacante Perotti. Lesionado, o volante Tharlis é outro desfalque.

Resultados da terceira fase

Mirassol-SP 1 (4) x (2) 1 Náutico-PE
Botafogo-RJ 1 (4) x (3) 1 Novorizontino-SP

Ponte Preta-SP 3 x 0 Paraná-PR
Sport-PE 1 x 2 Batatais-SP

São Carlos-SP 1 x 0 Vasco da Gama-RJ
Paulista-SP 1 x 0 Red Bull Brasil-SP

Chapecoense-SC 3 x 2 Capivariano-SP
Primavera-SP 0 x 3 Ituano-SP

Foto: Anderson Basso/Divulgação